Um grito pela educação.

Postado por Giovanna Maciel Campanini às segunda-feira, agosto 27, 2012
   Uma estudante da escola municipal Matia Tomázia Coelho, em Florianópolis, resolveu usar a tecnologia da internet a favor dos estudantes que passam dificuldades com escolas públicas. No dia onze de julho deste ano, a menina Isadora Faber criou uma conta no Facebook, chamada Diário de Classe, com o intuito de denunciar a precariedade da escola pública em que estuda. No intervalo de tempo de quase dois meses, Isadora já tem 27 mil curtidas na sua página do facebook.

 
   Causando muita polêmica e sofrendo repreensão por parte da coordenadoria da escola, a menina que sonha em ser jornalista, está conseguindo gerar um grande movimento estudantil em pouco tempo, já podemos observar que nós começamos a descobrir o potencial que temos de mudar as coisas em nosso país. 
   Segundo ela ninguém a apoia na escola e os colegas que apoiam no facebook, não mantêm a mesma posição na escola, supostamente por medo. O que é a realidade de quem já teve vontade de colocar "a boca no mundo", mas não teve coragem, o governo manipula, a mídia ajuda e nós ficamos por muito tempo como palhaços nesse show que a educação pública do país se tornou.
    Já abrindo o Diário de Classe com um texto de denúncia, falando da precariedade da instalação elétrica da escola, onde os alunos devem juntas fios soltos para conseguirem ligar os ventiladores. O banheiro feminino que não possui fechadura, bancos do pátio quebrados, aulas que não são dadas, professor desqualificados, problema com o portão de entrada da escola. Além de estar também abrindo espaço para trazer o problema de outras escolas.  
    Essas reclamações já geraram algumas mudanças no prédio da escola, como as fechaduras dos banheiros que foram fornecidas pela Prefeitura de Florianópolis, mas ainda existe muito a ser mudado tanto na escola Maria Tomázia Coelho, como no resto do país. 
   Isadora também vem recebendo fotos de outras escolas públicas que além do apoio ajudam também na iniciativa, a força vindo da família esta sendo fundamental para que essa iniciativa tome proporções que mudem algo de verdade, além do que, é o que essa menina merece, pois fazer o que ela esta fazendo não é qualquer pessoa que tem coragem, colocar a cara a tapa para mudar a educação do país, se um aluno em cada escola pensasse como ela, a diferença poderia ser feita. 
   Na hora de usar do medo para controlar a população, diversas vezes o governo conseguiu, hoje estamos vivendo uma realidade que vários órgãos públicos se mobilizam por melhorias, a realidade em que o povo fala, que o povo pede e mesmo sendo difícil a melhoria está chegando. Agora é a vez dos estudantes do ensino básico público se unirem para melhorar, eles acham que tem todo o poder e que podem nos tratar como marionetes, porém nós unidos somos mais e temos mais força e é a força do povo que vai mudar a situação da educação no nosso país.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Nosso Mundo 21 Copyright © 2012 Design by Raissa Pédico